Atualidades de tempos passados

E continua o desejo de parar pra descer,
descer do mundo, descer dessa cidade
i am awake in the place where women die
eu estou acordada no MUNDO onde mulheres morrem,
são torturadas, espancadas, desfiguradas, encarceradas,
estupradas, silenciadas
e querem dizer: não abortem, esse direito não é seu
nenhum direito é seu
nenhum direito é nosso
nenhum direito é garantido
pílula do dia seguinte?
se a camisinha estourar o problema é seu
se for estuprada o problema é seu
se morrer abortando o problema é seu
tá entendendo?
O PROBLEMA É SEU
seu corpo não importa
mulher que morre em aborto
é mulher pobre
melhor que higieniza o mundo
e o homem, não estupra
não aborta, não violenta
só força, some e dá o que merece
o mal do mundo:
A cobra, Eva, Lilith, eu, ela,
aquela lá
pagando eternamente pelo pecado
de ser mulher

Pela manhã

acordei antes da hora
Sol nascia
já não era Tempo
pra pensar no ontem
que me-não-se-acaba

queriam-me insone
fui só sonhos
queriam-me sono
despertei alto
e aguda

pássaro na janela
desafinado
excitado
Fêmea

Gata manhosa
no cio
de dezembro a dezembro
quero colo

menina sem nexo
avante

Predador

Os caminhos da vida são misteriosos
e nós apenas pontos nessa imensidão
Azul, azul, azul e branca
como um vestido de verão

O dia parece que não começou
e já se foi mais da metade
Caio feito madeira cortada
na cama ainda desarrumada

Bem fundo nas torres de marfim
a água quente da estação
toca-me os tornozelos
criaturas de cristal
chamam-me para um passeio

Nado, nado, nado
e então, você chega
para me lembrar
que não sei nadar

Abro os olhos
o teto branco me encara
Fecho-os
a sereia ainda sorri

o telefone toca
ignoro para ver se passa
mas ele não se aflinge

Eu estou do outro lado do mundo
Sou pura, instável e paralela
e você tenta me cortar

Posso ser apenas ossos e palavras
mas sou verdadeira demais
para seus músculos de cientista

A doença me sobe a boca
rodopiando com meus nervos
desejo que se contagie

Mas você continua buscando a fórmula
para minhas palavras disformes
Eu só quero permanecer horizontal

O gato conhece a língua dos pássaros