Câmara muda

Se eu tivesse uma foto,
do avesso do encontro
do agora absorto
da loucura do ontem
das voltas do mundo
Uma única foto
tão punctuosa
de doer o espectador
no umbigo do presente
Uma captura
do cativeiro de emoções
das palavras mudas,
desfazeria-me
na efemeridade do toque

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s